9 de setembro de 2011

SAN PEDRO DE ATACAMA, UM COMEÇO ESPETACULAR

Para abrir com chave de ouro o blog, vou começar com um destino sensacional: San Pedro de Atacama, para onde fomos logo que chegamos por aqui, em abril.

Uma mistura única de paisagens contraditórias: areias desérticas, vulcão, montanhas com neve no topo, salar branco sem fim e um céu de estrelas simplesmente indescritível!

É o tipo de viagem que exige esforço físico e criativo dos pais para todos aproveitarem, pois não é exatamente o sonho de uma criança. Perguntando para Sofia agora, a ‘neve’ foi a favorita dela e, em sua visão, demorou mais para chegar ao Deserto do que à Disney...

 Mas, sem dúvida, dá para fazer esta viagem ímpar com os pequenos e torná-la divertida para eles também: paciência, criatividade e respeito ao ritmo deles são fundamentais.
Há inúmeras opções de passeios, mas tem que ir com calma e saber que não dá para fazer tudo. Grande parte exige certo esforço físico e Sofia, muitas vezes, se cansou e acabou apelando para um ‘cavalinho’ do papai – lembrando que estamos a mais de 2.000m de altitude e o fôlego fica bem prejudicado!  Melhor começar pelos programas mais leves para dar tempo de o corpo ir se adaptando e sempre um por dia, pois são cansativos.

O passeio favorito da pequena foi o Salar do Atacama com a Laguna de Chaxa. Bem plano (tranquilo...) e ela ficou fascinada ao entender que tudo era de sal, explorando pedrinhas, chão, esculturas.  Deserto de sal, paisagem sem fim, branquinha, cortada por lagoas com os lindos flamingos. Lindo, lindo, lindo! Fomos em abril e já não eram mais muitos os flamingos, que estavam em movimento migratório. Ainda assim, é espetacular. Fica a 62 km de San Pedro e a 2.300m de altitude, tranquilíssimo. No caminho, paramos na pequena cidade de Toconao, onde vimos lhamas pelas ruas.









Já o tradicional Valle de La Luna pede que se suba uma grande duna para apreciar o famoso pôr-do-sol e aí o cavalinho do papai teve que entrar em ação de novo (coitado!). Para falar a verdade, a multidão de turistas fazendo o percurso tirou um pouco da ‘poesia’ do passeio. Mas o balanço geral é positivo: diversão nas dunas, uma paisagem que remete à superfície lunar e fotos incríveis! É o passeio mais próximo, fica a 19 km de San Pedro.

O Valle de la Muerte também faz parte deste programa, lindas paisagens que me lembraram muito Canoa Quebrada, no Ceará, sem a praia, é claro. A impressão que se tem é que você está outro planeta ...








Importante também se preparar em termos de roupas: é muuuita areia! Eu fui totalmente despreparada para este passeio: Sofia foi com lindas sapatilhas cor-de-rosa (hahaha!), mas tudo recuperado depois de uma boa lavada. Já o salar é um passeio bem‘limpinho’...
Amarelei no passeio dos Gêiseres del Tatio; dizem que é sensacional ver os jatos de água quente ‘explodindo’ do chão, mas exige mais esforço (tem que sair de madrugada e a temperatura estava a -7°C por lá, quando fomos). É grande o risco de se passar mal em função do percurso chacoalhante e da altitude (são mais de 4.000m!). Resolvi não expor a pequena.  Motivo para voltarmos um dia!


Por onde você anda na cidade, avista o onipresente vulcão Licancabur, que é considerado sagrado pelo povo local. Mas, não se preocupe, pois ele é inativo, só embeleza a paisagem.
Merece cuidado especial o clima extremamente seco: tem que andar sempre com água e levar hidratante para os lábios, para a pele, filtro solar acima de 30 e boné.

Um casaco tem que ser o companheiro em todos os passeios, porque, depois que o sol se põe, esfria bem. Em qualquer época do ano, tem que ter sempre uma roupa mais leve para o dia e casaco pesado para a noite. Roupa de banho também deve estar na mala caso queiram visitar as termas.
Em abril, o tempo estava ótimo, só à noite que realmente fazia muito frio.

Verão
Outono
Inverno
Primavera
Min: 16º – Máx 27º
Min: 8º – Máx 24º
Min: 4º – Máx 22º
Min: 8º – Máx 25º
21 Dez – 21 Mar
21 Mar – 21 Jun
21 Jun – 21 Set
21 Set- 21 Dez
Fonte: http://www.sanpedroatacama.com/clima.htm

Fizemos um esquema legal em termos de hotel, com meia pensão. Então, à noite, como era muito frio, não tínhamos que sair para jantar. Ficamos no Kunza, excelente hotel, quarto maravilhoso e serviço muito atencioso: Sofia até ganhou ovinhos na Páscoa. Apesar de ficar longe da vila, tinha transporte à disposição.  À noite, eles acendem fogueiras para esquentar um pouquinho e ela ficava maravilhada olhando.

Normalmente, andávamos pelo povoado de manhã, almoçávamos e, depois, fazíamos os passeios. Vale a caminhada, pois são muitas lojas com artesanato local, agências de turismo, a igreja de San Pedro e o Museu Arqueológico Gustavo Le Paige, que Sofia também curtiu. Ao lado do museu, há uma feirinha de artesanato. A rua Caracoles tem bons restaurantes, com opção de ‘platos para niños’ (caso não tenha no cardápio, é só perguntar que eles fazem). Nossos favoritos: La Estaka e Adobe Café, onde comi um inusitado risoto de quinoa, que estava sensacional – os pratos custavam cerca de R$20/R$25.
Os ‘recuerdos’ deste tipo de viagem são mais singelos: pedra de sal e pena de flamingo, resultados das ‘explorações’ da Sofia e uma gaita de bambu, que ela adorou. Já eu garimpei uma carteira linda de couro (só $ 7.000 pesos; cerca de R$ 28) e objetos decorativos de cerâmica.

Fizemos tudo pela Lantours: o vôo de Santiago para a cidade de Calama leva umas 2 horas. Lá, uma van da Turistour (agência com a qual fizemos os passeios) nos aguardava, só que tivemos que esperar por outros passageiros, o que foi providencial para comermos alguma coisa. Para chegar a San Pedro de Atacama foram mais  uns 40 minutos e, no caminho, já fomos apresentados às paisagens fantásticas do deserto.

Não foi exatamente uma viagem ‘aventura’, fizemos tudo com muito conforto. Mesmo assim, foi possível mostrar lugares incríveis para a pequena. Depende muito do perfil de cada um: há muitas agências de turismo por lá que oferecem todas as possibilidades de passeios (a pé, de bicicleta, de moto, a cavalo...), o importante é não seguir sem guia, pois deserto não tem placa...
Links úteis
O site da cidade tem boas informações para ajudar no planejamento
Outras opções legais de hotéis, sendo que os dois primeiros ficam na vila:


27 comentários:

  1. E eu vou ter o privilégio de inaugurar a sua página de comentários? Pois saiba, amiga, que fiquei muito feliz com a sua iniciativa! Nós, famílias viajantes estavamos mesmo precisando de vcs, uma família no Chile, para nos contar tudinho! E visto o excelente nível deste primeiro post, já dá para ter uma idéia das coisas bacanas que vem por aí! Ansiosa por mais! :)
    Parabéns, já estou te linkando!
    Bisous
    Sut-Mie
    @viagempimpolhos

    ResponderExcluir
  2. Adorei o blog. O Chile está na minha lista de destinos para ir com as minhas meninas.
    Vou buscar muita informação aqui para planejar essa vuagem.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, já incluí seu blog no Mundo Pequeno.
    http://www.mundopequeno.com/
    Também estamos no Facebook e no Twitter. Divulgamos diariamente um blog:
    https://www.facebook.com/#!/mundopequeno
    @mundo_pequeno
    http://twitter.com/#!/mundo_pequeno
    Se puder, ajude-nos a divulgar o Mundo Pequeno colocando um selo no teu blog!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Ops... Você conhece este blog?
    www.maesinternacionais.com
    https://www.facebook.com/pages/M%C3%A3es-Internacionais/201460393197719

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso!!!!!Fantástico amiga, fiquei com aquele gostinho de quero mais.....Parabéns!!! Saudades de todos.
    Magê.

    ResponderExcluir
  6. Oi Cinthia!
    Estou passando para me apresentar e dar parabéns pelo blog!
    Meu nome é Halini e eu edito o blog Eu Viajo com Meus Filhos. Deixo o convite para mandar dicas e sugestões de posts quando quiser!
    Aproveito ainda para deixar o selinho das "Mães Viajantes" para vc!

    http://euviajocommeusfilhos.blogspot.com/2010/05/selinho.html

    Depois passa seu twitter pra gente te seguir!
    Bjo!

    Halini

    ResponderExcluir
  7. Olá Cintia!

    Opa,meu nome é Erika, sou de Fortaleza e editora dos Blogs Outros Ares e Diário de Mochileiro, te achei através da indicação da Sut do @viagempimpolhos.

    Fiquei muito feliz em saber que teremos notícias quentinhas para os nossos filhotes do chile. De buenos aires sempre achava algo mas nada do chile.

    Os blogs que edito não são direcionados para viagens com crianças, contudo acompanho alguns blogs, pois tenho um filho lindão de 6 anos, então as dicas são indispensáveis!

    Fui ao chile em 2008 mas sozinha. Pretendo refazer a américa do sul ao lado da familia agora: maridão e filhão! :)

    Parabéns!

    Se precisar de ajuda pode contar comigo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Cinthia! Cheguei até aqui pelo blog da Sut.
    Parabéns pela iniciativa. Eu amo o Chile de paixão, pessoas educadas, prestativas, felizes... e adoram brasileiros.
    Estive aí por diversas vezes em 2009 e 2010. Meu marido fez 2 viagens de 6 meses cada à Antártica, e toda vez que ele estava em porto, em Punta Arenas, eu ia encontrá-lo. Daí surgiu minha paixão pelo país.
    Se você ainda não conhece Punta, não perca a oportunidade! Podemos trocar ideias se quiser.
    Escrevo um blog sobre as aventuras do meu baby Theo e agora, como estou morando em Natal por um ano, resolvi escrever outro blog contando nossa experiência.
    Passa lá depois! Sucesso ao blog! Tô te linkando lá no meu!
    Beijos, Karla
    www.nosso-primeiro-baby.blogspot.com
    www.cariocandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Queridas,
    Obrigada pelas boas vindas!
    Estou adorando conhecer o trabaho de todas! Não imaginava a riqueza de assuntos tratados nos blogs...
    Precisando de algo, estou por aqui!
    Bjs
    Cinthia

    ResponderExcluir
  10. Oi,pessoal.Acabei de descobir este blog e adorei!Vamos pra o Chile (eu e meus filhos,20 e 10 anos)no final de janeiro.Quem sabe vcs me ajudam a refinir o roteiro.Ja ouvi opiniões super a favor e super contra a ideia de ir ao Deserto nesta época do ano, pelo calor e secura, por conra do meu filho ainda ser "meio " pequneo.Quem me ajuda a decidir?Abraços
    Marcia

    ResponderExcluir
  11. Oi, Marcia!
    Vou tentar te ajudar com minha opinião.

    Primeiro ponto: época do ano. Lá é SEMPRE calor e seco, com uma variação bem grande entre dia e noite. Coloquei no post um quadro do site da cidade com as temperaturas por época do ano e vc pode ter uma ideia. Tem que se cuidar bem com muita água, hidratantes para pele, lábios e proteção solar.

    Quanto à idade, vc pode adequar os passeios e há muitas opções. Fui com minha filha de 5 anos e foi ótimo; só realmente deixei de lado o passeio mais radical , Geisers del Tatio, por causa da altitude e frio (temperatura negativa!). Mas vi muita gente com bebês pela rua!

    Por falar em gente, de 'deserto' tem pouco. Estive lá na Páscoa. Não sei se porque era um feriafo, mas tudo estava bem cheio...

    As paisagens são incríveis! Vale muito a pena!

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Parabéns pelo Blog, muito bem escrito. Dia 26/12/2011 estaremos saindo de Guarapuava/Pr para chegar ao Oceano Pacífico de carro. San Pedro de Atacama está em nosso roteiro, bem como dezenas de cidades pelo caminho. Iremos atravessar os Andes até Antofagasta, porém ficaremos duas noites em San Pedro. Nosso percurso de ida e volta terá 5.200km, em dois carros e 4 crianças, sendo 2 crianças com 3 e 4 anos. Seu relato no blog foi muito importante para nós. Parabéns.

    José Amilton Pontarolo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me encorajando. Muito bacana! Paula

      Excluir
  13. Jose Amilton,
    Fico muito feliz por ter ajudado de alguma forma!
    Precisando de alguma informação, diga, pois será um prazer ajudar!
    ¡Feliz viaje!

    Cinthia

    ResponderExcluir
  14. Olá cinthia,
    Olha eu aqui de novo, este passeio e recomendado para julho?
    O que vc indicaria primeiro san Pedro e depois san Tiago ou ao contrario?
    E possível ir de carro de um lugar para outro?
    Obrigada pela sua atenção.
    Aline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline
      Dá para ir em julho sim. Lá, sempre tem uma variação grande de temperatura entre dia e noite. No inverno, esta variação fica mais acentuada: de 4ºC a 22°C, segundo site da cidade.

      Dá para ir de carro, mas não recomendo muito com crianças pequenas, pois a estrada não tem muita estrutura. Não tive essa coragem, não. Fomos de avião de Santiago a Calama (aeroporto mais próximo, o que leva umas 2 horas e, de lá, mais 40 minutos até San Pedro de carro.

      Qto à ordem das cidades, talvez seja melhor começar por San Pedro, pois os programas são mais cansativos, assim, todos estão com mais energia. Aliás, a LAN está com ótimas promoções para Calama e Santiago. Dá uma conferida.

      obrigada pela visita
      Cinthia

      Excluir
  15. Olá, adorei o blog!!! Muito bom, criativo, informativo e super útil. Parabéns!!!! Vou para o Chile em julho...devemos ficar uns 6 ou 7 dias, mas estou planejando ficar hospedados em Santiago mesmo. No máximo fazer alguns passeios por algumas cidades próximas. E vamos com nosso filho de 6 anos. O que vc me recomenda em Santiago e nos arredores?
    abraços, Lucimara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucimara,

      Dá uma olhada na sugestão deste post aqui:
      http://www.chileparacriancas.blogspot.com.br/2012/01/uma-semana-no-chile-com-criancas.html

      Como será em julho, vc pode trocar Viña del Mar por uma visita à neve, em Farellones, por exemplo.

      obrigada pela visita!
      Cinthia

      Excluir
  16. oi, vou ao chile com meu filho de 11 anos, ilha de pascoa, atacama, iquique, puerto varas, coyhaique e puerto guadal. em relacao a santiago, vc teria umas dicas para ele, vi que tem um parque de diversoes que mepareceu muito bom, e museus interativos. alguma dica a mais?

    grato

    jose roberto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jose Roberto,

      Minhas principais sugestões para Santiago estão neste post:
      http://www.chileparacriancas.blogspot.com.br/2012/01/uma-semana-no-chile-com-criancas.html

      Tb estivemos na Ilha de Páscoa (sensacional!) e todos os posts estão linkados neste aqui
      http://www.chileparacriancas.blogspot.com.br/2012/01/uma-semana-no-chile-com-criancas.html

      Abs,
      Cinthia

      Excluir
    2. Desculpe, o link para Ilha de Páscoa é este
      http://www.chileparacriancas.blogspot.com.br/2011/12/onde-ficar-onde-comer-compras-ela.html

      Excluir
  17. Oi Cintia, uma pergunta já que você fez o passeio com sua filha. De quantos dias necessitamos para conhecer bem o Atacama, mas com crianças e sem nada radical. Parabéns pelo blog. Beijos, Bárbara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Bárbara
      Nesta viagem, ficamos 3 dias completos + 2 dias de deslocamento. Fizemos um passeio por dia na parte da tarde - são os mais tradicionais, mas há muitas opções por lá.

      bjs e obrigada
      Cinthia

      Excluir
  18. É loucura viajar para o Atacama com minha filha de 2 anos e 7 meses?

    ResponderExcluir
  19. Estou muito feliz por ter encontrado este conteúdo. Decidi! Vamos para o Chile com as crianças. Obrigada por partilhar. Bjin Paula

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Paula! Fico feliz em ajudar. É uma viagem inesquecível!
      Qq dúvida, é só dizer!

      Excluir
  20. Boa noite,


    Início da conversa no bate-papo

    Li o seu post para ver passeios e dicas sobre o Atacama. Vou agora em agosto, e vou com meu filho e minha mulher. Meu filho tem 3 anos, então vou pegar leve nos passeios para ele não estranhar. Se ele estiver indo bem, aí penso em ir passeios mais complicados, como as Lagunas Altiplanicas.

    Mas o objetivo do meu contato é para saber de você se você acha que é possível fazer parte destes passeios de carro alugado, sem guia. Minha dúvida é se as estradas até os lugares mais perto de San Pedro, como Vale da Lua, Laguna Cejar, Termas de Puritana, Ruinas de Tullor, Salar de Atacama é possível fazer de carro, sem guia. Outra dúvida é, uma vez que se chegue no local, é fácil andar por lá, ou seja, tem um caminho bem marcado, ou é meio a esmo? Vou passar quatro dias, e não pretendo exagerar, pois sei que tem que se respeitar o tempo do pequeno. Por isso, pensei que alguns passeios podem ser melhores se feitos conforme o humor dele, sem estar preso numa excursão.

    Desde já, muito obrigado

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Adoramos conhecer suas aventuras e perguntas também!